Sem disciplina sua empresa vai morrer

2 Minutos de leitura

Desde pequeno eu sempre quis empreender, mas nunca fui um modelo de organização. Apesar de ter meus brinquedos, cadernos, materiais de trabalho, tudo sempre muito bem cuidado essa foi uma característica que nunca desenvolvi muito e sei que ela é  difícil de ser adquirida por muitos empreendedores, por isso nesse texto divido alguns dos aprendizados que tive ao longo da minha caminhada.

É comum ler em artigos e livros sobre empreendedorismo que a disciplina é mais do que uma aliada e logo em seguida despejar várias informações sobre plano de negócios, análise SWOT e outras ferramentas que são sim fundamentais para o sucesso da empreitada, mas muitas vezes se esquecem que é muito difícil mudar ou adquirir características que não temos ou dominamos.

Há alguns anos resolvi mudar de área profissional, em busca de uma melhor qualidade de vida procurei oportunidades em que pudesse trabalhar com maior liberdade de horário e até em home-office. Como consultor de empresas levei 5 anos até considerar que tinha criado estruturas e ganho maturidade suficientes para trabalhar em home Office. Nos primeiros anos eu não sabia o momento certo de parar e acabei atrasando muitos trabalhos. Outro desafio é disciplinar quem mora com você, sem esse entendimento mútuo não há disciplina que resista.

Quanto mais organizado você conseguir ser, melhor será seu desempenho.

Esse foi o primeiro passo que dei no caminho da organização pessoal e disciplina e que me ajudou muito nos anos seguintes e agora com os empreendimentos que resolvi criar e administrar.

Disciplina é reflexo direto de nossos valores de vida, como o respeito, o comprometimento e a valorização do outro. Chegar no horário, lembrar de datas importantes e estar mais atento o ajuda a estreitar sua relação com as pessoas, criando laços mais fortes e  diretamente no seu exemplo como empreendedor.

Pra quem nunca se organizou tudo parece um desafio muito grande. Busquei livros (alguns até de autoajuda), aplicativos, programas, planilhas… Mas nenhum desses métodos serviu pra mim e longe disso dizer que não servem pra você. Eu apenas não me adaptei a eles e precisei criar o meu próprio. Mas assim como empreender, não existe decisão errada, existe sim o aprendizado. Comecei com coisas mais simples, passei a anotar tudo que eu deveria fazer de trabalho naquele dia (primeiro as coisas de trabalho). Não funcionou muito bem porque eu acabava demorando muito, então fiz uma adaptação e além de anotar eu estabelecia metas (em horas) pra resolver aquela tarefa. Passei a perceber que meu dia tinha muito mais horas do que eu imaginava.

Nunca deixe de planejar seu dia!

No início de um negócio, o foco no seu sonho grande, em um desafio maior do que você, é o que dá motivação para enfrentar as dificuldades que nos esperam pelo caminho, como a falta de recursos ou a burocracia infinita do Brasil, por exemplo. Significa olhar lá pra frente e entender que o sonho não se realiza a curto prazo.

Pra isso é preciso além de disciplina e foco, trabalhar outras competências, como se comunicar com clareza (isso parece meio óbvio, mas poupa muito tempo), os processos irão fluir com maior rapidez e clareza. Autoconhecimento também é parte importante porque te ajuda a se relacionar melhor com as pessoas, a dizer não quando preciso e a definir melhor suas prioridades.

O desenvolvimento da empresa aumenta o grau de complexidade do dia-a-dia e a disciplina tem que ser fator principal.

Entender nossas dificuldades e limitações é fundamental no processo de empreender.

Revisando o que vimos aqui:

  • Organize seu dia
  • Faça isso da melhor forma possível dentro das suas características
  • Estabeleça metas que possam ser cumpridas
  • Reserve momentos do dia para pausas
  • Mantenha o foco
  • Pense o dia seguinte

Você sabe que o desafio é grande as dificuldades também, mas com disciplina, foco e um pouco de organização,a cada dia estará mais perto de conseguir.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz